O que é Abdominaplastia?

Abdominoplastia é a cirurgia plástica que redefine os contornos da barriga, retirando o excesso de gordura e pele do abdômen; e é altamente individual: jamais deve ser uma escolha que leva em conta opiniões de outros além do paciente ou a busca por atingir algum padrão.

Consiste em um procedimento cirúrgico que restaura os músculos quando eles estão enfraquecidos ou separados, retirando a gordura excedente e a pele. O intuito é criar uma aparência mais definida, com tônus e suavidade.

Quando fazer a Abdominaplastia?

É um recurso que poderá ser utilizado quando esses resultados não foram atingidos com dietas para controle de peso e exercícios. Até porque, pessoas com peso e proporção corporal consideradas normais (dentro dos índices de medição de massa corpórea) podem apresentar abdômen frouxo, flácido ou protuberante, resultantes de:   

  • Gravidez;
  • Envelhecimento;
  • Oscilações significativas no peso;
  • Hereditariedade;
  • Cirurgia prévia.

 

Indicações

A indicação para a abdominoplastia deve ser feita por um cirurgião plástico, que oriente e avalie cuidadosamente quem pretende submeter-se a ela. É uma cirurgia que não substitui, de maneira nenhuma, a orientação para mudanças de hábito em direção a uma vida mais saudável ou o planejamento para perda de peso e exercícios físicos.

A abdominoplastia também não remove ou é indicada para remover corrigir estrias, embora possa acabar por removê-las ou melhorá-las como consequência da cirurgia. Isso acontece quando as estrias estão em locais em que a pele está excessiva e, portanto, a remoção faz parte do procedimento. Geralmente acontece nas áreas abaixo do umbigo.

 

Resultado pra sempre?

Pode-se dizer que, tecnicamente, os resultados de uma abdominoplastia são permanentes; no entanto, se o paciente apresentar oscilações severas de peso após a cirurgia, a aparência conseguida depois do procedimento pode ficar comprometida.

Recomendações

A recomendação é que, quando o paciente projeta perder peso substancialmente ou mulheres que consideram futuras gestações, o procedimento a abdominoplastia deve ser postergada.

Conheça nossa lista completa de cirurgias e procedimentos aqui neste link.

 

Perguntas Frequentes

Esclareça as principais dúvidas sobre o procedimento
Em primeiro lugar, a abdominoplastia não deve ser feita apenas para perder quilos. Ela é uma cirurgia plástica para modelar a barriga. Sendo uma cirurgia que retira gordura, evidentemente, haverá uma redução no peso. Entretanto, o resultado estético que esta cirurgia busca é a harmonia das proporções de cada área do corpo.
A cicatriz localiza-se horizontalmente logo acima dos pêlos pubianos, podendo prolongar-se maior ou menor extensão, dependendo do volume do abdome a ser corrigido. Esta cicatriz é planejada para ficar disfarçada sob as roupas de banho.
O ideal é avaliar o resultado após o sexto mês. Antes disso, o abdômen apresentará inchaço, que deve diminuir gradativamente, além do aspecto esticado.
Utiliza-se o próprio umbigo da paciente que, se necessário, será remodelado.

Depende essencialmente do seu tipo de tronco. Se este for curto, dificilmente será corrigido. Sendo do tipo longo, o resultado será mais favorável. Também tem grande importância a espessura da gordura que reveste essa área do corpo.

O resultado poderá ser preservado, desde que na nova gestação seu peso seja controlado. No entanto, o ideal que tenha todos os filhos programados antes de se submeter a uma dermolipectomia abdominal.

Uma dermolipectomia de evolução normal não deve apresentar dor.

Em média, de 1,5 a 2 horas.
Normalmente, 1 dia.
Certamente. A única cicatriz aparente será a da última cirurgia.

É recomendável para que os resultados da abdominoplastia sejam os melhores possíveis.

É o mesmo procedimento, mas retira-se uma quantidade menor de pele. A cicatriz também é menor.
Imprescindível e deverá ser utilizada pelo menos pelos próximos dois meses. A cinta é muito importante, comprime o abdômen, inibindo a formação de hematomas.