Lifting Facial

A palavra Lifting significa levantar e o Lifting Facial levanta os tecidos da face, que naturalmente sofrem pela flacidez muscular e da pele, que acontece com o tempo. Funciona como uma técnica de rejuvenescimento, que ajuda a equacionar os sinais visíveis, por exemplo:

  • Flacidez no terço médio da face
  • Vincos profundos abaixo das pálpebras inferiores
  • Vincos profundos ao longo do nariz que se estende ao canto da boca
  • Gordura que tenha baixado ou tenha sido deslocada
  • Perda de tônus muscular na face inferior, podendo causar papada
  • Pele frouxa e excesso de depósitos de gordura sob o queixo e a mandíbula

Facelift

O Facelift é realizado cirurgicamente, justamente por conta de que os tratamentos não cirúrgicos de rejuvenescimento não proporcionam os mesmos resultados. Ainda assim, esses cuidados podem retardar o momento de optar pelo Lifting Facial e/ou complementar os resultados da cirurgia.

Fique atento!

A expectativa do paciente quanto aos resultados deve ser pautada por uma visão realista e positiva do procedimento, que precisa ser exaustivamente discutido com o médico. A saúde emocional é um fator primordial para a realização de uma intervenção cirúrgica de natureza estética, não é por si só a garantia para resolver problemas pessoais, de aceitação e podem auxiliar a aumentar a autoconfiança, mas todo o resto ficará por conta do paciente!

Medidas inicias do médico

Também é fundamental que, antes da cirurgia, o especialista médico tome medidas simples como:

  • Examinar e medir o seu rosto;
  • Fotografar o paciente;
  • Avaliar cuidadosamente o estado geral de saúde e todas as condições pré-existentes
    de saúde ou fatores de risco;
  • Discutir as opções e recomendar a mais adequada;
  • Discutir possíveis resultados da cirurgia e quaisquer riscos ou complicações
    potenciais;
  • Discutir o tipo de anestesia a ser realizada.

Etapas cirurgia

De uma maneira geral, a estratégia da cirurgia de Lifting Facial é realizada por etapas, que podem incluir:

  • A anestesia, que pode ser a sedação intravenosa ou anestesia geral, conforme
    recomendação do médico.
  • Quando recomendado também, pode incluir implantes faciais, aumento de tecido
    mole para remodelar a estrutura facial, técnicas depeeling, dermoabrasão ou laser
    para melhorar a tonalidade e a textura da pele e a redução de rugas por
    preenchimento.
  • A incisão de lifting tradicional muitas vezes começa no couro cabeludo, na região
    temporal, continua em torno da orelha e termina na parte inferior do couro
    cabeludo. A gordura pode ser esculpida ou redistribuída na face, na papada e no
    pescoço. O tecido contido é reposicionado comumente nas camadas mais profundas
    da face e os músculos são elevados.
  • Uma segunda incisão abaixo do queixo pode ser necessária para melhorar o aspecto
    de envelhecimento no pescoço. Suturas ou adesivos de pele são usados para fechar
    as incisões.
  • A alternativa ao facelift tradicional utiliza incisões menores na região temporal,
    continuando em torno da orelha e possivelmente dentro das pálpebras inferiores ou
    sob o lábio superior.
  • Papada, pele flácida no pescoço e acúmulo de gordura sob o queixo podem ser
    corrigidos com lifting de pescoço. A incisão de lifting de pescoço começa muitas
    vezes na frente do lóbulo da orelha, passando por trás da orelha, terminando na
    parte inferior do couro cabeludo.

As cicatrizes ficam bem escondidas no couro cabeludo e nos contornos naturais do rosto e
do ouvido.

Conheça nossa lista completa de cirurgias e procedimentos aqui neste link.