Para eliminar a papada ou queixo duplo há diversas opções de tratamento:

  • cremes firmadores,
  • tratamento estético (radiofrequência ou lipocavitação),
  • cirurgia plástica de lipoaspiração ou lifting de pescoço e colo.

 

O objetivo é eliminar totalmente a ‘papada’ e conseguir uma aparência mais fina, equilibrada e até harmoniosa do rosto.

 

A papada é o acúmulo de gordura na região abaixo do queixo, por isso o nome ‘queixo duplo’, e que pode acontecer por conta do excesso de peso.

Homens e mulheres, acima dos 35 anos, costumam se incomodar muito com a flacidez da pele e o seu aparecimento.

 

A cirurgia plástica para uma solução definitiva

Pode-se lipoaspirar o excesso de gordura do queixo com pequenas incisões e muita técnica, a fim de deixar o mínimo de cicatrizes necessárias.

O cirurgião plástico pode associar a esta técnica o lifting de rosto, que vai remover o excesso de pele desta região, promover a retirada da papada, como acontece em pessoas mais velhas ou que emagreceram muito.

Depois da cirurgia pode surgir inchaço e até manchas escuras, especialmente nos primeiros dias. É muito importante para o processo de recuperação colocar uma faixa de compressão no rosto e fazer drenagem linfática, logo na primeira semana.

 

Como o lifting de rosto acontece?

A incisão de lifting de pescoço começa, muitas vezes, na frente do lóbulo da orelha, passando por trás da orelha, terminando na parte inferior do couro cabeludo.

Para a retirada da papada as cicatrizes ficam bem escondidas no couro cabeludo e nos contornos naturais do rosto e do ouvido.

Saiba:

  • A incisão de lifting tradicional muitas vezes começa no couro cabeludo, na região temporal e continua em torno da orelha, terminando na parte inferior do couro cabeludo.
  • A gordura pode ser esculpida ou redistribuída na face, na papada e no pescoço.
  • O tecido contido é reposicionado comumente nas camadas mais profundas da face e os músculos são elevados.
  • Uma segunda incisão abaixo do queixo pode ser necessária para melhorar o aspecto de envelhecimento no pescoço. Suturas ou adesivos de pele são usados para fechar as incisões.

 

Esteja preparado (a) para discutir com o médico:

 

Logo no começo do processo para a retirada da papada, dentro do consultório, já nas primeiras consultas que envolvem avaliação clínica, comportamental, séries de exames, assim como o planejamento de cada etapa pré-operatória, o médico poderá:

  • Examinar e medir o seu rosto;
  • Fotografar o paciente;
  • Avaliar cuidadosamente o estado geral de saúde e todas as condições pré-existentes
  • de saúde ou fatores de risco;
  • Discutir as opções e recomendar a mais adequada;
  • Discutir possíveis resultados da cirurgia e quaisquer riscos ou complicações potenciais;
  • Discutir o tipo de anestesia a ser utilizada.  

 

*Muito importante!

 

Ao cogitar fazer uma cirurgia plástica para a retirada da papada, a primeira coisa que se deve pensar é a escolha do médico. O site da SBCP – Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica disponibiliza a ferramenta de pesquisa e o os nomes dos membros podem ser consultados aqui.

 

DR SPÍNDOLA

CRM 92759

*Residência Médica em Cirurgia Geral por 2 anos no Hospital do Servidor Público Municipal (HSPM) de São Paulo.
* Residência Médica em Cirurgia Plástica por 3 anos no Hospital do Servidor Público Municipal (HSPM) de São Paulo.
*Especialista em Cirurgia Geral pelo Conselho Federal de Medicina (CFM).
*Especialista em Cirurgia Plástica pelo MEC – Ministério da Educação.
*Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).